Fechar

Choose language and region

Close

Forgot password

Close

Welcome to FlySAA

You are logged in as:

Close

Welcome to FlySAA

Clique aqui para reservar mais de 9 pessoas.
Preencha todas as seções abaixo
Devolver o veículo em outra agência
HoraData de retirada
HoraData de devolução
País de residênciaIdade
Redefinir

Aviso de febre amarela

Ao planejar suas próximas férias, certifique-se de ler todos os requisitos de saúde para entrada no seu destino pretendido. Devido às altas incidências de febre amarela e outras doenças infecciosas, o Departamento de Assuntos Internos (DHA) da África do Sul lançou um programa rigoroso para controlar a importação dessas doenças. Os avisos foram emitidos para todos os funcionários das fronteiras e missões dos assuntos estrangeiros para impor um controle mais rigoroso.
 

De acordo com o Regulamento Sanitário Internacional de 2005, um certificado de vacinação contra febre amarela internacional válido deve ser apresentado por todos os passageiros: 

  • Acima de um ano de idade,
  • Oriundos de países com risco de febre amarela ou
  • Que fizeram escala de mais de 12 horas em aeroportos de países com risco de transmissão de febre amarela.

Os passageiros que não apresentarem um certificado internacional válido de vacinação na chegada na África do Sul:

  • Serão colocados em quarentena até que o certificado seja validado ou por um período não superior a seis dias OU
  • Terá sua entrada na África do Sul proibida. Observe que os passageiros em trânsito em Dakar (não saindo da aeronave) não precisam de um certificado.

O certificado de vacinação contra febre amarela torna-se válido/oferece proteção 10 dias após a data de vacinação.
 

Não há exigências relacionadas à febre amarela para a Zâmbia e Tanzânia com efeito imediato
Passageiros da Zâmbia, Tanzânia, Eritreia, Somália, São Tomé e Príncipe não precisarão mais apresentar prova de certificado contra febre amarela ao chegarem na África do Sul depois de terem sido incluídos na lista de países com baixo risco de febre amarela da OMS.


Durante a 136ª sessão de reunião da Diretoria Executiva da OMS, uma revisão dos países em risco de transmissão da febre amarela e de países que exigem vacinação contra a febre amarela foi realizada e, com base nas recomendações da reunião, todos os passageiros chegando desses países na África do Sul estão liberados da apresentação de comprovação de vacinação contra a febre amarela.


Em caso de dúvida sobre a necessidade de vacinação contra febre amarela, entre em contato com a filial da SA Netcare Travel Clinic.
Para obter mais informações ou para agendar vacinação, entre em contato com a SA Netcare Travel Clinic.


Lista de países para os quais é necessário apresentar um certificado de vacinação contra febre amarela para entrar na África do Sul:


É sempre aconselhável verificar se o certificado de vacinação está atualizado e válido antes de viajar para, através de ou de qualquer um destes países:
 

África África América Central e América do Sul
  • Angola
  • Guiné
  • Argentina
  • Benin
  • Guiné-Bissau
  • Bolívia
  • Burkina Faso
  • Quênia
  • Brasil
  • Burundi
  • Libéria
  • Colômbia
  • Camarões
  • Mali
  • Equador
  • República Centro-Africana
  • Mauritânia
  • Guiana Francesa
  • Chade
  • Nigéria
  • Guiana
  • Congo
  • Ruanda
  • Panamá
  • Costa do Marfim
  • Senegal
  • Paraguai
  • República Democrática do Congo
  • Serra Leoa
  • Peru
  • Guiné Equatorial
  • Sudão do Sul
  • Suriname
  • Gabão
  •  Sudão 
  • Trinidad e Tobago
  • Gâmbia
  • Togo
  • Venezuela
  • Gana
  • Uganda
 


O que é a febre amarela?

A febre amarela é uma doença infecciosa transmitida por vetor, causada por um vírus transmitido pela picada de um mosquito vetor infectado, como o Aedes aegypti.
 

Modo de transmissão

  • Picada de um mosquito vetor infectado, como o Aedes aegypti.

Epidemiologia

  • A febre amarela ocorre na África Subsaariana e América do Sul Tropical

Período de incubação

  • Três a cinco dias

Sinais e sintomas da febre amarela

  • Febre
  • Dor muscular com dor lombar proeminente
  • Dor de cabeça
  • Calafrios
  • Perda de apetite
  • Náusea e vômito
  • A fase tóxica apresenta febre alta e vários sistemas do corpo são afetados, incluindo insuficiência hepática e icterícia.

 Obs.: O tratamento é sintomático

Indicações

  • Todos os passageiros a partir de 9 meses de idade que viajam para áreas endêmicas de febre amarela.         

Contraindicações

  • Crianças com menos de 9 meses
  • Alérgicos a ovos
  • Gestantes
  • Pessoas com imunossupressão como HIV com contagem de CD4 abaixo de 200

Passageiros com certificado de isenção devido a razões médicas:

  • Terão a entrada permitida
  • Deverão informar se têm febre ou qualquer outro sintoma às autoridades de saúde E
  • Serão colocados em quarentena

 Como evitar picadas de mosquito

  • Usar roupas com mangas compridas
  • Ficar em espaços bem ventilados, sempre que possível
  • Usar repelentes de mosquito contendo DEET para evitar picadas
  • Usar repelentes noturnos para o ambiente
  • Dormir sob redes contra mosquitos
  • Não ficar ao ar livre ao anoitecer e ao amanhecer
  • Cobrir portas e janelas com telas. Se não for possível, manter janelas e portas ser fechadas à noite
  • Usar inseticida aerossol na casa
  • Usar inseticida próprio para roupas, como piretroides
     

A SAA cooperou com o Departamento de saúde da África do Sul e Regulamentações internacionais de saúde para produzir este documento. O papel da SAA é distribuir informações para todos os seus clientes; no entanto, a SAA não tem nenhuma responsabilidade pelas Regulamentações. Novas alterações serão atualizadas de tempos em tempos, no entanto, a SAA não assume nenhuma responsabilidade por quaisquer imprecisões no conteúdo.

 

S